Trabalhos de construção civil decorrem com normalidade no Porto Santo

26 Mar 2020 / 11:59 H.

Na sequência da notícia avançada hoje pela edição impressa do DIÁRIO, dando conta de que os operários da construção civil continuam a trabalhar normalmente, numa altura em que está decretada a emergência social em todo o país, o Porto Santo depara-se, igualmente, com obras em curso, situação que tem gerado apreensão junto de alguns trabalhadores.

O DIÁRIO foi contactado por um desses trabalhadores que teme um possível contágio de Covid-19 durante o seu horário de trabalho. Apesar de manter a distância de segurança recomendada entre os colegas, adverte, contudo, que ao longo do dia, tem de lidar com engenheiros, encarregados e condutores afectos às obras, havendo o risco de contágio. Ciente de que o país e o mundo atravessam uma fase crítica da pandemia, diz não compreender como é que as obras continuam a decorrer com normalidade, quando, no seu entender, não são prioritárias.

Diz compreender que alguns sectores continuem no activo, mas tal não se aplica à construção civil que poderia parar durante algum tempo. Assume que o dinheiro é importante, mas neste momento “a saúde e a família estão em primeiro lugar”.

Considera que as empresas poderiam antecipar o período de férias e manter assim os trabalhadores em casa, tal como recomendam as autoridades, ficando um piquete de prevenção para as obras consideradas prioritárias.