SINDEPOR apela à sindicalização dos enfermeiros madeirenses

As várias visitas efectuadas aos centros de saúde serviram para contactar os enfermeiros no sentido de se sindicalizarem no SINDEPOR

25 Jan 2019 / 11:40 H.

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal - SINDEPOR, realizaram esta semana, de 21 a 24 de Janeiro, visitas a diversos centros de saúde da Madeira, nomeadamente, do Caniçal, Machico, Gaula, Santa Cruz, Camacha, Caniço, Atalaia e Bom Jesus, este último, no 6.º piso módulo do planeamento familiar e saúde materna, assim como o de São Gonçalo, para apelar junto dos profissionais de saúde, à sindicalização no SINDEPOR, pela sua “capacidade de organização, trabalho e inovação”.

Alexandra Freitas, Zita Silva, Judite, Laurindo Pestana e Evaristo Faria, membros do SINDEPOR, destacaram o apoio desta entidade sindical em todas as greves, manifestações regionais e agora na liderança do Acordo de Empresa na Madeira, frisando que estão com os enfermeiros nesta greve cirúrgica a nível Nacional, “desde o início e com muita assertividade e resiliência”.

“Somos um dos sindicatos com maior representatividade nacional e assumimos essa responsabilidade”, referem, explicando que o pedido para a sindicalização no SINDEPOR tem a ver com o facto de assumirem todo o trabalho desenvolvido, salientando que estão “preparados e em força para lutar pelas reivindicações da classe e por mais e melhor Saúde”.

Outras Notícias