“Qualquer passageiro a desembarcar na Madeira e Porto Santo fica em quarentena ou isolamento social obrigatório”

14 Mar 2020 / 12:41 H.

“Qualquer passageiro a desembarcar na Madeira e Porto Santo fica em quarentena ou isolamento social obrigatório. Este é um imperativo ético da Região”, disse Miguel Albuquerque, numa conferência de imprensa que decorreu, esta manhã, na Quinta Vigia. A medida entra em vigor a partir da meia-noite de hoje.

Esta quarentena obrigatória surge uma vez que o Governo Regional aguarda autorização da República para cessar voos nos aeroportos da Madeira e Porto Santo.

Miguel Albuquerque disse ainda que serão tomadas outras medidas para evitar contaminações, sendo que estas estão incluídas na declaração do estado de alerta. As forças de segurança vão fiscalizar:

- Reduzir lotação dos estabelecimentos

- Proibir consumo no exterior dos estabelecimentos

- Horário reduzido

- Encerramento temporário de salões de jogos

- Reduzir capacidade de transportes colectivos

- Autoridade policial pode determinar o encerramento imediato dos estabelecimentos que não cumprirem com essas medidas

O acesso ao Porto Santo será limitado aos residentes.