Madeirenses reúnem-se para celebrar marco da cidadania madeirense

08 Jan 2019 / 18:27 H.

No próximo dia 12 de Janeiro, decorrerá, no restaurante Design Center Nini Andrade, mais conhecido pelo Restaurante o Molhe, a partir das 20.00 horas, um jantar que quer celebrar a reunião do Senado da Câmara do Funchal de 13 de Janeiro de 1641, numa organização da Real Associação da Madeira.

A Doutora Vanda Bastos Martins é a oradora convidada para a palestra em que apresentará a sua reflexão-contributo para pensarmos o sentido da nossa História e os rumos de um Portugal aberto ao Futuro, numa dimensão para lá da factualidade empírica.

O objectivo da organização é juntar um grupo de cidadãos interessados em contribuir para uma visão do futuro da nossa Região no País e no Mundo, a exemplo do que fez em 1641, a reunião do Senado da Câmara.

Desde o Reinado de Dom João IV que a Madeira se encontra permanentemente representada junto das Cortes em Lisboa. Esse privilégio resultou do facto de a Madeira ter sido o primeiro território ultramarino a aclamar o monarca no encalço da tradição Portuguesa.

Para esse resultado reuniram-se os três Estados (povo, clero e nobreza) no Senado da Câmara do Funchal para debater e votar que posição seria assumida pela população madeirense e pelos seus representantes perante os acontecimentos de Dezembro de 1640.

Este foi um exercício de democracia representativa e participativa que exibe uma visão progressista e madura dos mecanismos da cidadania e da vida publica há 378 anos.

Pretende a organização repetir e celebrar o feito para o presente e para o futuro.

Outras Notícias