Há 20 anos, planos da orla costeira estavam ‘prontos’ para discussão pública

05 Dez 2019 / 15:00 H.

A 5 de Dezembro de 1999, o DIÁRIO destacava o descontentamento de profissionais ligados a actividades de mar pela falta de diálogo na elaboração dos Planos de Ordenamento da orla Costeira. Os POOC, criados por legislação nacional em 1995 e, na Região, seriam quatro: Funchal - Ponta de São Lourenço, Câmara de Lobos - Ponta do Pargo, Costa Norte e Porto Santo. O governo garantia que iriam para discussão pública já em Janeiro de 2000. Passados 20 anos, a Região não tem um único plano aprovado - entretanto já mudaram de nome e passaram a Programas da Orla Costeira - e o do Porto Santo será o primeiro a entrar em discussão pública. O POC da Madeira vai começar a ser elaborado.

Na mesma edição, Henrique Costa Neves, director do Parque Natural da Madeira, dava uma entrevista, em Marraquexe (Marrocos), onde a Floresta Laurissilva tinha acabado de ser classificada como Património Mundial Natural e deixava um aviso: os ‘guias piratas’, sem formação e habilitações, seriam afastados das zonas protegidas.