Comercialização de vinho generoso ‘Madeira’ aumentou em valor e em quantidade

22 Jan 2019 / 17:08 H.

Segundo os dados fornecidos pelo IVBAM – Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, I.P., em 2018, a comercialização de vinho generoso ‘Madeira’ rondou os 3,4 milhões de litros, gerando 19,2 milhões de euros de receitas de primeira venda. Face a 2017, observaram-se crescimentos de 4,6% e 0,5% na quantidade e em valor, respectivamente. De sublinhar que o montante de primeira venda de 2018 foi o mais elevado em termos históricos.

O mercado nacional apresentou uma evolução positiva face a 2017, em quantidade (+1,5%) e em valor (+4,1%), impulsionado pelas vendas feitas na Região que se aproximaram, em 2018, dos 3,9 milhões de euros, +6,3% que no ano precedente, enquanto as efetuadas para o Continente, apresentaram decréscimos de 21,2% e de 5,9% em quantidade e valor, respectivamente.

Por sua vez, o mercado extracomunitário registou incrementos nas quantidades vendidas (+7,5%) e no valor das vendas (+4,2%). Quanto ao mercado comunitário, as quantidades vendidas aumentaram 4,5% e as receitas de primeira venda recuaram 3,8%.

Desagregando por país, no mercado comunitário destaca-se a reafirmação da França como principal mercado, no qual se observaram aumentos de 26,5% nas quantidades e de 31,6% no valor. Em contraponto, há a assinalar as quedas no mercado britânico, que registou reduções tanto nas quantidades (-30,2%) como em valor (-39,8%), bem como no mercado alemão com quebras no volume vendido (-28,7%) e na receita gerada (-34,1%).

No mercado extracomunitário, destaque para o comportamento das vendas para a China, com um crescimento de 32,7% nas quantidades e de 47,9% nas receitas de primeira venda, passando assim a ser terceiro melhor mercado extra-UE em termos de valor. Os E.U.A., principal mercado extra-UE de vinho “Madeira”, reduziu as importações deste produto, quer em volume (-3,4%) quer em valor (-8,9%). Contrariamente, as exportações para Canadá e Suíça evidenciaram variações positivas face a 2017, em quantidade e valor.

Do total comercializado, 76,1% correspondeu a vinho engarrafado, vendido em média a 6,68 euros/litro (6,99 euros/litro em 2017). O restante vinho foi vendido a granel a um preço médio de 2,63 euros/litro (menos 0,05 euros/litro que em 2017).

No que respeita ao 4.º trimestre de 2018, a comercialização de vinho generoso “Madeira” registou variações homólogas de +1,5% nas quantidades e de -5,6% no valor.

Comercialização de bordados, tapeçarias e artigos de guarnição diminuiu em 2018

Em 2018, a comercialização de bordados, tapeçarias e artigos de guarnição representou uma receita de primeira venda de 697,2 milhares de euros, -8,2% que em 2017, mantendo a tendência de queda dos dois anos anteriores. Aquele decréscimo foi influenciado pela diminuição generalizada das vendas, tanto para o mercado nacional (-11,2%) como para o mercado exterior (-4,8%).

No ano em análise, e tal como em 2016 e 2017, mais de metade das vendas foram feitas no mercado nacional (365,5 milhares de euros). Os Estados Unidos (189,9 milhares de euros) e a Itália (84,8 milhares de euros) foram os principais mercados de destino deste tipo de artigos. As variações homólogas relativas aos referidos mercados foram de -1,0% e de -5,2%, respectivamente. De assinalar a queda das vendas no mercado regional, que recuaram 10,7% em 2018, fixando-se nos 365,5 milhares de euros.