CDS-PP propõe isenção de taxas municipais em Câmara de Lobos

19 Mar 2020 / 13:41 H.

O vereador do CDS-PP propôs na reunião de câmara, desta quinta-feira, a isenção das taxas municipais aplicadas às empresas, principalmente nas áreas do comércio e restauração. Amílcar Figueira diz que “é urgente dar um sinal de esperança aos empresários, neste momento de grandes dificuldades para a economia regional e local, através da isenção de taxas de funcionamento, de publicidade e de esplanadas”. O vereador centrista pediu ainda que seja constituída uma equipa, municipal ou de contratação externa, para a desinfecção de edifícios e espaços públicos.

Nesta conjuntura era também importante “criar uma rede de voluntários para chegar às pessoas que estão sozinhas, principalmente os idosos, com origem nas juntas de freguesias, pois são estes os autarcas que mais próximo estão da população e que melhor conhecem a realidade social”, disse.

O tema principal da reunião da câmara de Câmara de Lobos, feita por videoconferência, foi o combate ao Covid-19, por isso os autarcas vincaram a necessidade da população permanecer em casa, respeitando os apelos de isolamento social, necessário para travar a expansão do vírus.

O vereador do CDS-PP mostrou-se também preocupado com o problema dos incêndios que ultimamente têm assolado Câmara de Lobos. Amílcar Figueira afirma que “é raro o mês que o nosso concelho não seja fustigado por um grande incêndio. Na semana passada foram dois grandes incêndios, um junto ao parque empresarial do Garachico e outro na Freguesia do Jardim da Serra, ainda ontem novamente, mais dois incêndios, na Caldeira e nas Romeiras, sabemos que a maioria destes incêndios é mão criminosa e que as autoridades tem feito o seu trabalho, sendo que já foi identificado pelo menos um responsável por estes actos. Por isso apelo que sejam tomadas medidas duras a quem pratique este tipo de crime, e que sirva de exemplo, para que não torne a acontecer”, vincou. Amílcar Figueira louvou ainda o trabalho dos bombeiros.