Câmara do Funchal assinala esta semana o Dia Nacional do Mar com várias iniciativas

13 Nov 2018 / 11:59 H.

A Câmara Municipal do Funchal promove esta semana, através da Estação de Biologia Marinha do Funchal, uma série de actividades comemorativas do Dia Nacional do Mar, que se assinala oficialmente na sexta-feira, dia 16 de Novembro.

O programa teve início já ontem, com uma acção de limpeza na Praia do Garajau, através da participação de duas turmas de alunos, uma do Ensino Básico e outra da Universidade da Madeira que retiraram da praia cerca de 600 pedaços de plástico, 500 de esferovite, 150 peças de borracha e, ainda, pedaços de ferro, garrafas de plástico, fios eléctricos, papel e beatas de cigarro.

Como forma de assinalar uma data tão importante, a Escola Horácio Bento de Gouveia em parente, até ao dia 19, a exposição ‘Tesouros Profundos do Atlântico’, bem como várias palestras e workshops dedicados ao tema ‘A Madeira debaixo d’água’, entre os dias 15 e 19 de Novembro.

Na sexta-feira, o Dia Nacional do Mar, será assinalado com visitas guiadas à Estação de Biologia Marinha do Funchal, ao longo do dia, entre as 10h e as 16 horas.

A Vereadora Idalina Perestrelo, que tutela os pelouros da Ciência e Conservação da Natureza no Município, enfatiza a relevância de “providenciar actividades que elucidem os nossos jovens para as potencialidades do mar da Madeira. É nosso dever sensibilizá-los para a urgência de proteger o nosso mar, bem como para toda a biodiversidade marinha que temos, disponibilizando métodos de aprendizagem cada vez mais enriquecedores”, salienta a vereadora.

Sobre a Estação de Biologia Marinha

A Estação de Biologia Marinha do Funchal foi inaugurada em Setembro de 1999, e dela fazem parte duas equipas de investigadores: uma de Biologia Marinha do Departamento de Ciência e Recursos Naturais da Câmara Municipal do Funchal e outra da Faculdade de Ciências da Vida da Universidade da Madeira. Ambas as equipas participam em vários projectos de investigação, tais como estudos sobre a diversidade dos peixes e crustáceos do mar profundo da Macaronésia, ecologia costeira e migração das tartarugas marinhas, das aves marinhas e dos peixes pelágicos da Madeira.

Para além das actividades programadas para o Dia Nacional do Mar, a Estação de Biologia Marinha abre as suas portas ao público na última segunda-feira de cada mês, sendo possível observar de perto o trabalho desenvolvido pelos vários investigadores e técnicos (mediante marcação prévia).

A isso soma-se um vasto calendário anual de actividades com vista a promover a literacia em relação ao mar e à biodiversidade marinha.

Outras Notícias