Albuquerque defende os valores da democracia

Presidente do Governo Regional da Madeira encerrou a conferência ‘O Jornalismo fora dos Grandes Centros’

06 Abr 2019 / 21:21 H.

O presidente do Governo Regional discursou no encerramento da conferência ‘O Jornalismo fora dos Grandes Centros’, que decorreu no Museu da Imprensa da Madeira, em Câmara de Lobos, onde perante uma plateia de jornalistas e outros cidadãos salientou que há desafios que a sociedade moderna enfrenta, e que deve ser combatida pelos valores da democracia.

Recuperando uma comunicação que fizera numa escola, Miguel Albuquerque abordou a temática da natalidade, da educação, da mortalidade infantil, do desenvolvimento e qualidade de vida e da democracia. “Na verdade, quando falamos dos grandes desafios da informação, as pessoas nunca tiveram tanto acesso à informação, à cultura, *à ciência e o conhecimento público”.

“Os Media vão ter sempre uma função determinante na manutenção de uma sociedade livre e democrática”, assegurou, “sejam generalistas ou de especialidade, sejam locais ou nacionais, disse estar optimista se, da parte dos órgãos de comunicação social e dos jornalistas, houver a defesa dos “valores do Iluminismo e do racionalismo”, - a dúvida metódica, o espírito crítico, o uso da razão - responsáveis pela construção da sociedade moderna, apontou.

“Só esses valores é que conferem aos cidadãos a capacidade de discernir a verdade da mentira, a realidade da manipulação, a objetividade da subjetividade, a verdade do preconceito”, considerou Miguel Albuquerque. “Estes valores são atuais e devem ser defendidos se quisermos continuar a ter uma imprensa livre e um jornalismo independente”, concluiu.

Outras Notícias