À mulher de Cesar...

16 Abr 2019 / 02:00 H.

    Há um ditado que se enquadra na noticia sobre apoios aos ralies de empresas que têm contratos e concursos com entidades governamentais: À mulher de Cesar não basta ser honesta tem de parecer honesta!

    Vem isto a propósito da noticia hoje publicada no Diário relacionada com o Dr. Pedro Calado e o apoio que é dado ao carro pelo qual compete como copiloto por uma empresa que acaba de ganhar uma adjudicação da Vice-Presidência liderada pelo mesmo Dr. Pedro Calado. Óbvio até para todos quantos conhecem o Dr. Pedro Calado que uma coisa nada tem a ver com outra e a sua conduta mantem-se como sempre acima de qualquer suspeita. Mas quem anda na vida pública tem necessariamente de não dar azo a estas situações ou seja, à mulher de Cesar... Há uns anos a esta parte havia e era muito comentado negativamente a situação de um concorrente (com cargo de direcção numa secretaria regional) que, se não me engano também era copiloto e era apoiado por uma grande construtora com quem no seu dia a dia lidava e adjudicava obras. Se bem recordamos varias foram as vezes que esta situação foi falada e comentada na surdina e mesmo nestas paginas. Voltamos ao mesmo , à mulher de Cesar ... Passados todos estes anos ainda não perceberam que cargos públicos implicam alguns sacrifícios e que não é de bom tom dar azo a estas situações que em nada abonam à transparência e à ética ?! Então essa dita renovação também não tinha de passar por estas situações? Pessoalmente tenho pena de ver o nome do Dr. Pedro Calado envolvido nesta situação mas infelizmente foi ele que deu o flanco mesmo que a sua honra e maneira de estar na política seja inatacável mas ... à mulher de Cesar não basta ser honesta tem de parecer honesta!

    Francisco S. Vieira

    Outras Notícias