Neymar dá vitória sofrida ao PSG, mas não escapa à ira dos adeptos

14 Set 2019 / 20:40 H.

Assobiado antes e durante o jogo pelos próprios adeptos do Paris Saint-Germain, Neymar ‘respondeu’ ao minuto 90+2, ao dar a vitória à sua equipa frente ao Estrasburgo, na quinta jornada da liga francesa de futebol.

Sem jogar pelo PSG há quatro meses, Neymar regressou à equipa depois de inúmeras peripécias, que envolveram escândalos extra futebol, lesões e uma transferência frustrada para o FC Barcelona, o que gerou um clima de hostilidade no seio da massa associativa parisiense em relação ao jogador brasileiro.

Sem poder contar com Kylian Mbappé e Edinson Cavani, o técnico alemão Thomas Tuchel decidiu dar a titularidade frente ao Estrasburgo a Neymar, que foi alvo dessa hostilidade por parte dos adeptos do PSG ainda antes do jogo se iniciar, com assobios, gestos e tarjas ofensivas.

O PSG sentiu sempre grandes dificuldades para ultrapassar a férrea organização defensiva do Estrasburgo, arrastando o ‘nulo’ até ao tempo de compensações, e, quando já ninguém acreditava, surgiu Neymar, com um gesto técnico perfeito, um remate acrobático à meia volta, na sequência de um cruzamento de Abdou Diallo, a fazer o único golo da partida e a garantir os três pontos.

Mesmo assim, as reações dos adeptos da casa dividiram-se entre palmas e assobios, a confirmar o conteúdo de uma das tarjas expostas nas bancadas e dirigidas ao brasileiro em que se podia ler: “o caminho para a redenção vai ser muito longo”.

A verdade é que o PSG somou três pontos e lidera o campeonato com 12, em cinco jogos, seguido do Rennes, Lille, Nice e Angers, todos com nove pontos, ainda que os jogos do Rennes e do Nice estejam a decorrer em Brest e em Montpellier, respetivamente.

Outras Notícias