Prisão preventiva para suspeito de esfaquear o irmão no Funchal

25 Mar 2020 / 17:54 H.

O homem de 52 anos, natural da Venezuela, que no final da tarde de ontem foi detido pela Polícia Judiciária, após ter esfaqueado o irmão numa residência no Funchal, na sequência de uma discussão, vai aguardar julgamento em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional do Funchal, na Cancela.

O arguido foi hoje ouvido em primeiro interrogatório judicial, no Tribunal da Comarca da Madeira, entre as 16 e as 17h30, onde ficou indiciado pela prática de homicídio sob a forma tentada.

Tal como o DIÁRIO noticiou na edição impressa, a agressão ocorreu na freguesia de São Roque, na zona da Penteada, atrás da Universidade da Madeira.

Depois de uma acesa discussão entre ambos, um deles muniu-se de uma arma branca e desferiu sete golpes no outro, ferindo-o com gravidade. A vítima sofreu perfurações no tórax e nos braços e foi assistida no local pelos Bombeiros Sapadores do Funchal e pela Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR).

Quanto ao agressor, foi entretanto detido pela Polícia Judiciária. A PJ confirmou em comunicado que “o suspeito, após a prática do crime, foi localizado e interceptado na residência que partilhava com a vítima e outros familiares, pela PSP do Funchal, que comunicou tal ocorrência à Polícia Judiciária, face à natureza do crime em causa”.

Tópicos