Turquia ultrapassa os mil mortos devido à pandemia

10 Abr 2020 / 19:01 H.

A Turquia ultrapassou hoje os mil mortos relacionados com a pandemia de covid-19, com 98 novas mortes anunciadas pelo ministro da Saúde.

A pandemia causou 1.006 mortos entre os 47.029 casos de infecção registados na Turquia, afirmou Fahrettin Koca numa conferência de imprensa realizada em Ancara.

Dos infectados, 2.423 recuperaram, disse o ministro turco, citado pela agência francesa AFP.

Até agora, foram realizados mais de 307 mil testes de despistagem na Turquia, onde a taxa de letalidade entre as pessoas com covid-19 é de 2,15%.

A pandemia tem acelerado nos últimos dias na Turquia, com mais de três mil novos casos de contágio comunicados diariamente desde 4 de Abril.

Para tentar travar a propagação do vírus, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, reforçou as medidas e mandou encerrar escolas, bares e espaços culturais, além de ter ordenado a suspensão de voos e restrições nas viagens.

No entanto, só as pessoas com mais de 65 anos, com menos de 20 ou doentes crónicos não estão autorizadas a sair de casa, nem sequer para fazer compras.

A oposição e médicos têm apelado para que Erdogan decrete uma contenção generalizada, mas o Presidente tem rejeitado a medida por não querer paralisar a economia turca.

Na quinta-feira, as autoridades turcas anunciaram que irão monitorizar os movimentos das pessoas que deram positivo para o novo coronavírus e dos seus familiares através de uma aplicação para smartphone.

A nível global, o novo coronavírus SARS-CoV-2, responsável pela doença covid-19, já provocou mais de 96 mil mortos, entre quase 1,6 milhões de pessoas infectadas em 193 países.