Trump acusa OMS de ser pró-China

07 Abr 2020 / 23:56 H.

O presidente dos EUA, Donald Trump, atacou hoje violentamente a Organização Mundial de Saúde (OMS), acusando-a de ser pró-China e de administrar mal o combate contra a pandemia de covid-19.

“A OMS estragou tudo”, escreveu Trump na sua conta pessoal da rede social Twitter, alegando que, apesar de ser “em grande parte financiada pelos Estados Unidos, estar muito centrada na China”.

“Vamos olhar com atenção para isso”, acrescentou Trump, referindo-se ao que considera ser um errado posicionamento estratégico da organização internacional.

“Felizmente, eu rejeitei as suas recomendações de manter as nossas fronteiras abertas com a China, logo no início. Por que é que eles nos deram uma recomendação tão errada?”, interrogou Trump.

Os Estados Unidos já registaram mais de 350 mil casos de contaminação com o novo coronavírus, que matou mais de 10.000 pessoas.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 290 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a OMS a declarar uma situação de pandemia.