PIB francês cai cerca de 6% no 1.º trimestre, o pior resultado desde 1945

08 Abr 2020 / 08:32 H.

O Produto Interno Bruto (PIB) francês caiu cerca de 6% no primeiro trimestre, segundo estimativas publicadas hoje pelo Banco de França (BdF), o pior desempenho trimestral da economia francesa desde 1945.

O Banco de França lembrou em comunicado que o único declínio trimestral do PIB desta magnitude foi registado no segundo trimestre de 1968, durante as revoltas sociais de maio, quando a queda foi de 5,3%.

A queda do PIB no primeiro trimestre de 2020 está diretamente relacionado com efeitos do confinamento devido à covid-19, que, segundo os cálculos do BdF, levou a uma diminuição de 32% na atividade da economia do país.

Esse declínio na atividade é particularmente intenso na construção civil (-75%), no comércio, transporte, acomodações e restaurantes (-65%), bem como na indústria, excluindo as indústrias agroalimentares e de energia (-48 %)

Por outro lado, os setores menos afetados são a agricultura e a indústria agroalimentar (-6%), energia, tratamento e refino de carvão (-15%) e os serviços financeiros e imobiliários (-12%).

O Banco de França observa que a cada quinzena de confinamento reduz o PIB anual francês em cerca de 1,5 pontos percentuais.

Segundo os últimos dados oficiais, o número total de mortos em França devido à pandemia de covid-19 é de 10.328 e quase 110.000 infetados.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.