Casos confirmados na Venezuela sobem para 119

28 Mar 2020 / 22:26 H.

A vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, anunciou hoje que há seis novas pessoas infetadas com coronavírus no país e que o total de casos de casos confirmados de covid-19 é de 119.

“Nas últimas 24 horas foram detetados seis novos casos (...) É muito importante que cada um de nós tenhamos consciência de como se deram os casos para que possamos prevenir melhor, tomar medidas”, disse Delcy Rodriguéz à televisão estatal.

Segundo Delcy Rodríguez, os novos casos foram registados no Estado venezuelano de Miranda e no Distrito Capital, entre eles um venezuelano de 33 anos que esteve no Panamá, uma mulher de 44 anos residente em Arágua (100 quilómetros a oeste de Caracas) e uma cidadã de 70 anos, de Caracas.

Há também “um piloto de 33 anos, do Distrito Capital, que regressou a 21 de março da República Dominicana, em um voo privado”, disse, acrescentando que as autoridades já estão a contactar os oitos passageiros e a desinfetar a aeronave.

A governante adiantou que há ainda um venezuelano de 37 anos de idade que regressou ao país, a 8 de março, num voo da Air Europa.

“Dos 188 passageiros desse voo, temos três casos confirmados”, disse.

A 25 de março último, uma venezuelana de 25 anos, que regressou da República Dominicana num voo em que viajaram 109 passageiros, está agora entre os novos casos confirmados.

A Venezuela, com duas mortes confirmadas recentemente, está desde 13 de março em “estado de alerta”, o que permite ao executivo decretar “decisões drásticas” para combater a pandemia.

O “estado de alerta” foi decretado por 30 dias, que podem ser prolongados por igual período.

Os voos nacionais e internacionais estão restringidos no país.

Desde 16 de março que os venezuelanos estão em quarentena, estando impedidos de circular livremente entre os vários estados.

As clínicas e hospitais estão abertos, enquanto farmácias, supermercados, padarias e restaurantes estão a funcionar em horário reduzido, com estes últimos a vender apenas comida para fora.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 640 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 30.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 130.600 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.