Alemanha aberta a “curto adiamento técnico” do Brexit

21 Out 2019 / 12:28 H.

A Alemanha considera possível um “curto adiamento técnico” da data de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) para o parlamento britânico aprovar o acordo de saída, afirmou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Heiko Maas.

“Não excluo que possa haver um curto adiamento técnico caso o Reino Unido encontre problemas no processo de ratificação” do acordo negociado entre o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e a UE, disse o ministro.

Johnson pediu no sábado um adiamento da data do ‘Brexit’, previsto para 31 de outubro, depois de a Câmara dos Comuns aprovar uma proposta que o força a pedir uma extensão até ser aprovada no parlamento britânico a legislação que regulamenta o acordo de saída.

Heiko Maas, que falava numa conferência de imprensa em Berlim, reiterou que a UE não quer uma saída sem acordo e que o pacto alcançado na semana passada é “equilibrado e justo”.

“Espero que a Câmara dos Comuns tome hoje uma decisão com a responsabilidade que se exige”, disse.

O Governo britânico deve voltar hoje a submeter ao parlamento o acordo de saída negociado com Bruxelas.

Horas antes, o ministro da Economia alemão, Peter Altemeier, afirmou à rádio Deutschlandfunk que só dentro de alguns dias a UE decidirá sobre um adiamento.

“Teremos de alguma forma mais clareza nos próximos dias e então iremos exercer a nossa responsabilidade e tomar uma decisão rapidamente”, disse.

O ministro alemão acrescentou não ver problemas numa extensão por “alguns dias ou algumas semanas” se isso afastar o cenário de uma saída sem acordo.

Outras Notícias