PSP registou um decréscimo da criminalidade na Madeira

30 Mar 2020 / 15:49 H.

O Comando Regional da PSP nega que nos últimos tempos tenha havido um aumento do número de assaltos na Região Autónoma da Madeira, frisando que “não é verdade que os negócios estão desprotegidos, em especial no período nocturno. Uma informação que contraria a notícia publicada hoje pelo DIÁRIO, onde os guardas-nocturnos admitem haver mais assaltos neste período de isolamento social.

“Desde o início das medidas impostas pelo Estado de Emergência o Comando Regional da PSP registou um decréscimo na ordem dos 52% da criminalidade contra o património, sendo que o emprego do dispositivo policial no período nocturno foi reajustado de forma a garantir uma maior vigilância nas ruas”, adianta a PSP em comunicado, acrescentando que “repudia este tipo de notícias infundadas, as quais são passíveis de gerar alarme social despropositado no seio da população em geral e dos empresários em particular, reiterando o seu compromisso na garantia da ordem e da tranquilidade pública, as quais são fundamentais para garantir as condições de estabilidade social neste período atípico da vida dos cidadãos madeirenses”.

De referir que o Comando Regional da PSP deixou claro que não iria divulgar à comunicação social dados estatísticos relativos à sua actuação durante o período em que vigorar o Estado de Emergência.

Tópicos