Madeirense condenado a 18 meses de prisão devido a agressão com arma branca em Jersey

Jovem emigrante esteve envolvido em discussão com outros dois homens

Jersey /
31 Mar 2020 / 11:32 H.

Um jovem madeirense, que se encontra emigrado na ilha de Jersey, foi condenado a 18 meses de prisão, depois de ter estado envolvido numa discussão com dois outros homens, sendo que um deles acabou ferido com uma arma branca.

Segundo o Jersey Evening Post, o emigrante de 22 anos evitou a deportação para Portugal devido ao facto de ter já laços na ilha, nomeadamente ter familiares a residirem em Jersey.

A disputa relacionada com estupefacientes aconteceu a 26 de Outubro do ano passado, em plena luz do dia, numa rua residencial. O madeirense só viria a ser detido quatro dias depois, numa casa em Pier Road, quando a polícia o encontrou escondido atrás de um sofá.

Já em tribunal, o jovem declarou-se culpado por um crime de agressão grave e por posse de arma ofensiva. Vai agora cumprir os 18 meses de prisão, sem ser deportado, uma vez que tem fortes laços familiares na ilha e uma vida estável. O juiz avisou que, caso o madeirense reincida em crimes, provavelmente irá enfrentar a deportação.