ARAE alerta para perigo de vários brinquedos vendidos online

06 Abr 2020 / 15:13 H.

O brinquedo vendido através da plataforma on-line Amazon, designado por coala de peluche, “representa um potencial risco de asfixia após ter sido detectada, durante o teste de tensão, a presença de pequenos itens no artigo (exemplo: o nariz do coala) que podem se soltar e ser ingeridos acidentalmente pela criança, encontrando-se, portanto, em incumprimento com o disposto na Directiva 2009/48/CE, de 18 de Junho, relativa à segurança dos brinquedos”.

O alerta partiu da Autoridade Regional das Actividades Económicas (ARAE), que pede aos potenciais consumidores da Região para não utilizarem este produto.

A ARAE alerta também para o uso de uma capa de fantasia da marca ‘Laegendary’, a qual apresenta o seguinte risco: “A criança com o uso regular do produto pode absorver/ingerir o chumbo causando uma variedade de problemas de saúde, nomeadamente danos à fertilidade, danos aos órgãos por exposição prolongada ou repetida e potencialmente pode causar cancro. O produto ao ser usado por uma criança perto de uma chama, a criança sofre queimaduras graves devido à inflamabilidade do produto”.

Foi ainda recepcionado na Plataforma RAPEX – Sistema de Alerta para Produtos Perigosos não Alimentares, uma informação relativa ao brinquedo Marble Run da marca ‘Kitoz Toys’, vendido através da Aliexpress, o qual apresenta o seguinte risco: “Os pais fornecem o brinquedo para uma criança menor de três anos como resultado da falta de rotulagem. A criança ao colocar as peças na boca, as mesmas podem ficar presas nas vias respiratórias, provocando asfixia”, informou a ARAE.

Tópicos