Juventude Popular reuniu-se com Instituto da Conservação da Natureza e Florestas

18 Mar 2018 / 19:51 H.

A JP - Juventude Popular da Madeira - reuniu-se, na última sexta-feira, com o presidente do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza “para debater questões relacionadas com a prática do ciclismo de montanha na Região e as perspectivas de futuro da modalidade enquanto produto diferenciador e promotor do destino Madeira”, informou, hoje, a JP, em comunicado.

A reunião com Manuel Filipe surgiu “no seguimento da auscultação realizada pela JP Madeira, durante o mês de fevereiro, à Associação de Ciclismo da Madeira e a empresas e clubes ligados ao ciclismo de montanha. Wilson Rodrigues, refere que “a JP Madeira foi a primeira estrutura política de juventude a ouvir os diferentes intervenientes na modalidade, com o intuito de conhecer os constrangimentos e desafios que esta prática desportiva enfrenta actualmente”.

“Temas como a georreferenciação de novos trilhos (de acordo com o seu grau de dificuldade), a manutenção dos trilhos recomendados, a criação de infra-estruturas de apoio para a prática de actividades ao ar livre e a sustentabilidade da modalidade estiveram em debate.”

“Perante o potencial de crescimento que o BTT tem vindo a registar na Madeira, o líder centrista “considera que é necessário concertar preocupações e estabelecer um plano de ação que crie condições para a prática da modalidade e para a certificação, recuperação e manutenção dos trilhos de modo a atrair mais praticantes nacionais e estrangeiros”.

À saída da reunião, Wilson Rodrigues, citado pela assessoria de comunicação do CDS, disse-se “satisfeito com a abertura demonstrada pelo IFCN e espera que o investimento, anunciado pela Secretária Regional do Ambiente e Recursos Naturais, para a melhoria das condições dos percursos recomendados e expansão da rede para a prática do BTT, se concretize a breve trecho”.