Covid-19 sem controlo e na fase de mitigação em destaque na imprensa nacional

Lisboa /
26 Mar 2020 / 08:25 H.

Em plena crise mundial provocada pela pandemia Covid-19 que se alastra sem qualquer controlo, os jornais nacionais mostram o estado do país perante o vírus mortal que não para de fazer vítimas.

“Vírus já alastra sem controlo”, escreve o Correio da Manhã, salientado o pânico nos lares de idosos e a nova fase do Covid-19 que entra agora em nova fase de propagação. O matutino destaca ainda o teste positivo do príncipe Carlos, herdeiro ao trono britânico que deixa a coroa em alerta.

O Público revela que “entramos numa fase de mitigação”. Os hospitais privados exigem que o Estado pague já todas as dívidas, numa altura em que cientistas e laboratórios juntam-se para duplicar testes em Portugal.

“Falta de material de protecção põe em risco combate à covid-19 em Portugal”, destaca o Jornal I, dando voz aos alertas dos bastonários das três ordens ligadas à saúde.

O Jornal de Notícias frisa que “Pandemia deixa milhares de crianças por vacinar”. Os centros de saúde do país e os privados recebem doentes na fase mais grave da Covid-19. Enfermeiros e médicos exigem protecção e falta de meios gera desespero, numa altura em que o país conta com 43 mortos, 2.995 infectados e 22 curados.

No Diário de Notícias de Lisboa, as “Forças Armadas estão a postos para uma intervenção mais forte”. O plano de contingência do EMGFA prevê quatro níveis de mobilização no último dos quais os militares estão na rua ao lado das forças de segurança.