Eslovénia amplia medidas para retardar expansão do novo coronavírus

30 Mar 2020 / 11:38 H.

A Eslovénia ampliou hoje as medidas para retardar a expansão do novo coronavírus, com a proibição de deslocações entre municípios e a obrigação de utilização de algum tipo de proteção na boca e nariz quando em espaços públicos fechados.

As medidas, em vigor por tempo indeterminado, incluem a proibição de reuniões em qualquer espaço público.

A proibição de deixar o local de residência exclui apenas aqueles que vão para o trabalho ou aqueles que realizam trabalhos essenciais.

O primeiro-ministro esloveno, Janez Jansa, sublinhou no domingo à noite que as novas medidas restritivas foram adotadas porque os cidadãos não cumpriram com as disposições implementadas anteriormente.

Na Eslovénia, que faz fronteira com a Itália e tem uma população de dois milhões de habitantes, já existem 730 infetados pelo novo coronavírus e 11 mortes provocadas pela covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 715 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 33.568.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.