Cerimónias fúnebres do antigo Presidente da Guiné-Bissau Serifo Nhamadjo realizam-se hoje

23 Mai 2020 / 12:38 H.

As cerimónias fúnebres do antigo Presidente da Guiné-Bissau Serifo Nhamadjo, previstas para sexta-feira, vão realizar-se hoje, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros guineense.

As cerimónias deviam ter ocorrido na sexta-feira, mas uma avaria mecânica no avião, proveniente de Lisboa, que transportava o corpo do antigo Presidente de transição obrigou o aparelho a regressar à capital portuguesa.

Segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros, o voo que transportava a urna com os restos mortais de Serifo Nhamadjo aterrou ao final do dia de sexta-feira em Bissau.

As cerimónias fúnebres vão ter início às 08:15 locais (09:15 em Lisboa) na residência do antigo Presidente, seguindo depois a urna funerária para a Assembleia Nacional Popular, onde lhe será prestada homenagem.

Vão estar presentes deputados e outras entidades oficiais, incluindo o presidente do parlamento guineense, primeiro-ministro e Presidente da República.

Nascido em 25 de março de 1958, Serifo Nhamadjo, dirigente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), foi Presidente de transição da Guiné-Bissau entre maio de 2012 e junho de 2014.

Assumiu a liderança do período transitório na Guiné-Bissau, na sequência de um golpe de Estado, protagonizado por militares. Antes desempenhou as funções de primeiro vice-presidente do parlamento guineense.

Político que se assumia como amante da paz, justiça e estabilidade, Serifo Nhamadjo era formado em Contabilidade e Análises em Portugal, e era também um assumido amante do futebol, particularmente do Benfica, tendo chegado a ser presidente da casa daquele clube em Bissau.

Foi ainda fundador e primeiro presidente do Clube Desportivo de Mansaba, no interior norte da Guiné-Bissau.