PSP deteve mulher no Funchal por desobedecer à quarentena obrigatória (com vídeo)

Mulher residente na Madeira tinha regressado recentemente do Brasil

24 Mar 2020 / 20:36 H.

A Polícia de Segurança Pública executou, na tarde desta terça-feira, a primeira detenção por desobediência ao regime de isolamento social a que estão obrigadas todas as pessoas que desembarcaram no Aeroporto da Madeira, desde o dia 20 de Março.

Segundo apurou o DIÁRIO, trata-se de uma mulher residente na Madeira que viajou recentemente para a Região num voo proveniente do Brasil.

Sabe-se que a detenção surgiu na sequência de um alerta às autoridades policiais que foi comunicada por um cidadão que terá ouvido a própria mulher afirmar em público, quando ambos se encontravam no centro comercial Anadia, que tinha regressado recentemente do Brasil mas que se recusava a cumprir com a quarentena. Posto isto, denunciou-a às autoridades.

A Esquadra do Funchal da PSP mobilizou de imediato duas viaturas policiais que pararam em frente ao supermercado Pingo Doce, na Rua do Ribeirinho. Os agentes, com luvas e máscaras abordaram a mulher, confirmando o relato, aplicando-lhe uma máscara e convencendo-a a seguir voluntariamente para a viatura policial, conforme elucida o vídeo do DIÁRIO.

Este é um assunto cujos detalhes e desenvolvimentos pode ler amanhã, na edição impressa ou em e-papper em dnoticias.pt

Tópicos