Horários do Funchal apela aos cidadãos que evitem deslocações desnecessárias

08 Abr 2020 / 12:26 H.

O Grupo Horários do Funchal apela “a todos os cidadãos utilizadores de transporte público, particularmente, aos detentores dos Passes Sociais Estudante, Sénior/Invalidez e Pensionistas, para não recorrem à utilização destes transportes quando não estiverem em causa necessidades de deslocação estritamente necessárias, nomeadamente: para obter cuidados de saúde; para aquisição de bens alimentares, produtos farmacêuticos e produtos de primeira necessidade; para realizar assistência a terceiros ou por necessidade de deslocação a instituições financeiras, seguradoras e estações de correios”.

Devido à declaração de estado de emergência em vigor, o transporte público de passageiros passou a realizar-se, em todos os dias da semana, com os itinerários e horários relativos ao dia de domingo e a lotação foi reduzida a um terço da sua capacidade, o que obrigou a uma redução significativa do número de autocarros em circulação, expõe a transportadora.

Neste sentido, a companhia apela a todos os cidadãos que “adoptem uma postura responsável e que, enquanto vigorar o estado de emergência, apenas se desloquem de transporte público em situações estritamente necessárias e fora das horas de ponta (no período da manhã, entre as 09h15 e as 12 horas e, no período da tarde, entre as 14h15 e as 17 horas)”.