José Manuel Rodrigues condena “comportamentos e atitudes irracionais”

26 Mar 2020 / 12:18 H.

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira recorreu hoje à sua página de Facebook para condenar alguns comportamentos sociais.

Com o título “os Indesejáveis”, José Manuel Rodrigues recordou que a Madeira e o Mundo estão a passar por um “momento de excepção único na História”, onde impera a incerteza e o medo. Apesar de não ser fácil “viver nestes tempos até agora desconhecidos”, diz que “não podemos comtemporizar com certas atitudes irracionais de alguns cidadãos que põem em causa a coesão e a solidariedade colectivas”, dando como exemplo “a atitude de alguns moradores de um prédio que levou à saída de dois profissionais de Saúde do apartamento onde estavam provisoriamente instalados”, uma situação que, na sua opinião, “não é admissível, por maior que seja a nossa insegurança”.

José Manuel Rodrigues vai mais longe e revela ainda um caso de um cidadão italiano, residente na Madeira, que foi “enxovalhado” na Loja do Cidadão quando tratava de um documento. “É inaceitável”, escreveu o presidente do parlamento regional, frisando que é “inexplicável esta histeria de alguns de culparem os turistas por todo os males que estamos a passar”. Recordou que a Madeira, enquanto melhor Destino Insular do Mundo, “tem muitos estrangeiros a viver nas nossas ilhas e vai precisar dos viajantes para recuperar a sua débil economia”, salientando que “não há indesejáveis, há seres humanos que precisam de solidariedade”, apelando à segurança e não ao alarmismo.