‘Gonçalves Zarco’ nega contacto de pais preocupados com coronavírus

26 Fev 2020 / 20:51 H.

A presidente do Conselho Executivo da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco nega, ao DIÁRIO, que tenha sido contactada por algum encarregado de educação no âmbito de uma deslocação a Itália de dois professores e três alunos daquela escola do Funchal, ao abrigo do programa Erasmus. Deslocação essa, garante Ana Cristina Duarte, que ocorreu há duas semanas, “numa altura em que ainda não tinham sido reportados casos de coronavírus naquele país europeu”.

De acordo com um pai de uma aluna da instituição de ensino - que inclusivamente é da mesma turma de alguns destes alunos que viajaram até Itália -, os encarregados de educação tentaram entrar em contacto com o Conselho Executivo mas “até agora nada foi dito” sobre “o estado de saúde destas pessoas”. Como medida mais drástica, disse o encarregado de educação ao DIÁRIO, os pais tencionam mesmo não deixar os filhos se deslocarem para a escola até que “surjam esclarecimentos”.

Ana Cristina Duarte garante que não foi contactada, nem o Conselho Executivo, por “nenhum encarregado de educação”, desmentindo qualquer situação de alarmismo no estabelecimento de ensino a que preside.