Vitória do Porto faz subir a pressão nas capas dos jornais nacionais

País /
11 Mar 2019 / 08:18 H.

A vitória do Porto por 1-2 frente ao Farense é tema de capa nos jornais desportivos. “Pressão Alta” é a manchete d’ A Bola e, na mesma linha o Record escreve “Pressão Azul”, já que com o resultado de ontem os dragões regressaram às vitórias na Liga após o desaire no clássico e recuperam a liderança perdida para o Benfica, ainda que o rival da Luz tenha menos um jogo – recebe segunda-feira o Belenenses.

O jornal O Jogo realça que “Danilo e Pepe marcaram os golos que dão a liderança provisória ao dragão”. “Sérgio Conceição: Se fosse por mais um golo, seria ainda mais justo” e “Feirense bate recorde de jogos sem vitórias na I Liga”, acrescenta O Jogo.

Pena de prisão para políticos que escondam rendimentos é o assunto que faz manchete da edição desta segunda-feira, 11 de Março do JN. Nesta edição, ainda espaço maior para a ‘reconquista’ da liderança da Liga pelo F. C. Porto, após a “sofrida vitória” de ontem.

“Estado Islâmico à beira do fim numa Síria cada vez mais sob controlo de Assad” escreve o Diário de Notícias de Lisboa.

A guerra civil que começou há oito anos pode não estar oficialmente ganha, mas a ameaça ao regime é muito menor. É este o tema que mais espaço ocupada na capa do matutino nacional. Igualmente em destaque o crescimento do jogo online ilegal, que já vale 60% do mercado legal, cerca de 90 milhões por ano.

“Falta de material tira cinco comboios por dia dos carris no Alentejo, Oeste e Algarve” é a manchete de hoje do Público.

Avarias e material imobilizado nas oficinas à espera de manutenção prejudicaram a oferta regular da empresa em 2018. Passageiros transportados diminuíram no Oeste e Alentejo, mas subiram no Algarve, destaca o periódico.

No P2 há entrevista com Cristina Ferreira que mostra a sua nova casa, a SIC, mais concretamente no seu camarim, onde os vestidos e os sapatos enchem duas paredes. Trocou os saltos vertiginosos por umas pantufas com estrelas prateadas. Três horas de um programa em directo onde percorre “quilómetros” em estúdio têm consequências. Chamam-lhe “princesa da Malveira”, mas já é a rainha das audiências com ‘O Programa da Cristina’.

O inglês está a deixar de ser a língua padrão da música global. Em 2018, oito das dez canções mais ouvidas no YouTube eram cantadas em espanhol. E a maior boy band canta em coreano e esgota salas no mundo inteiro. Uma nova realidade, assente no streaming e nas transformações de um mundo em rede (social), revela ainda o Público.

No Negócios, boas novidades para quem quer investir no mercado imobiliário. Saiba quais são os Bairros mais apetecíveis de Lisboa na edição desta segunda-feira.

Já o Diário Económico debruça-se sobre a indicação de António Varelapara ‘chairman’ do Crédito Agrícola. A lista que será conhecida esta semana deverá repreesentar o regresso ao sector financeiro do antigo homem forte da supervisão prudencial do Banco de Portugal, que saiu em ruptura com Carlos Costa, diz o matutino.

Outras Notícias