TAP diz não compreender razões para o governo venezuelano suspender as operações da companhia

17 Fev 2020 / 19:30 H.

Numa reacção à decisão tomada hoje pelo governo da Venezuela de suspender os voos da TAP por “razões de segurança”, fonte oficial da companhia refere ao DIÁRIO que a “TAP não compreende as razões desta suspensão da operação para a Venezuela por 90 dias, uma vez que cumpre todos os requisitos legais e de segurança exigidos pelas autoridades de ambos os países”.

A mesma fonte sublinha que esta é “uma medida gravosa que prejudica os nossos passageiros, não tendo a companhia sequer tido hipótese de exercer o contraditório.”

Tópicos