Paulo Neves propõe audição de Santos Silva no caso da suspensão dos voos da TAP

Lisboa /
18 Fev 2020 / 16:32 H.

“A decisão de Nicolás Maduro é inaceitável e injusta e o Governo da República tem de reagir, até porque a nossa comunidade na Venezuela não pode ficar sem ligação aérea a Portugal”. É esta a reacção do deputado social-democrata Paulo Neves ao DIÁRIO, que a propósito da suspensão das operações da TAP entre Portugal e aquele país, propôs um pedido de audição, urgente, ao ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, de modo a que esta situação seja devidamente esclarecida. Pedido de Audição que dará entrada ainda nesta terça-feira, no Parlamento.

“O Ministro dos Negócios Estrangeiros é chamado à Assembleia da República para nos informar acerca de todos os passos dados e a dar na defesa dos interesses da comunidade portuguesa radicada na Venezuela”, explica Paulo Neves, sublinhando a importância de o Governo da República garantir que, acima de tudo, prevaleçam os direitos dos portugueses residentes naquele país, concretamente o direito à mobilidade.