Marcelo apresenta condolências ao rei e repudia acto de violência na Holanda

18 Mar 2019 / 17:53 H.

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou hoje uma mensagem de condolências ao rei dos Países Baixos, vincando o “firme repúdio” pelo “ignóbil atentado” que foi o tiroteio em Utrecht, na Holanda.

Numa mensagem publicada na página oficial da Presidência da República é dada nota da mensagem de condolências enviada ao rei dos Países Baixos, em nome do povo português e do próprio Marcelo Rebelo de Sousa.

“Na sequência do ignóbil atentado que hoje teve lugar em Utrecht, o Presidente da República enviou, em nome do povo português e no seu próprio, uma mensagem de condolências ao Rei dos Países Baixos, transmitindo sentimentos de pesar às famílias das vítimas e votos de rápidas melhoras a todos os feridos”, pode ler-se.

O Presidente da República, de acordo com a mesma nota, “expressou ainda a sua profunda solidariedade para com o povo holandês neste momento difícil”, vincando o “firme repúdio por este ato de violência”.

Pelo menos três pessoas foram mortas e cinco ficaram feridas nos tiroteios de hoje de manhã em Utrecht, segundo o balanço mais recente feitos pelas autoridades holandesas.

Segundo a agência de notícias EFE, testemunhos colhidos pelas autoridades indicaram que um homem sacou de uma arma e começou a disparar de forma aleatória contra as pessoas, tendo-se depois colocado em fuga.

Alguns testemunhos referiram que há mais de uma pessoa envolvida no tiroteio, mas a polícia só confirmou um atacante.

A polícia informou que procura Gokman Tanis, um homem de 37 anos, nascido na Turquia, suspeito de estar ligado aos tiroteios.

Uma unidade antiterrorista está ainda a investigar um Renault Clio de cor vermelha, encontrado abandonado num bairro residencial de Utrecht, que pode ter servido para transportar o autor ou autores do tiroteio, segundo informações de jornais locais.

As autoridades anunciaram, entretanto, que passaram o nível de ameaça para o grau cinco, o mais elevado, na província de Utrecht, que durará pelo menos até às 18:00 de hoje.

Outras Notícias