Mais 93 mil novas pensões atribuídas até Julho

Lisboa /
26 Jun 2019 / 12:56 H.

Nos primeiros sete meses deste ano foram atribuídas 93 mil pensões, anunciou hoje o ministro do Trabalho, no parlamento, adiantando que só em Junho foram pagas “mais de” 21 mil novas pensões, um aumento de 67% face a Maio de 2018.

Vieira da Silva, que falava na comissão do Trabalho e da Segurança Social, disse ainda que as pensões pagas em Junho representam aumentos de 60% face a maio de 2015 e de 172% face às novas pensões em maio de 2014.

Acompanhado da secretária de Estado da Segurança Social e da Inclusão, Ana Sofia Antunes, o governante disse ainda, quanto à evolução das pensões em 2019, que se regista uma “tendência fortemente decrescente” dos requerimentos pendentes com 90 dias ou mais.

Entre Fevereiro e Junho, segundo Vieira da Silva, verificou-se uma redução de 31,6% dos requerimentos pendentes, tendo os resultados sido influenciados pelas mudanças com vista à centralização dos serviços do Instituto da Segurança Social.

O ministro salientou o reforço de recursos humanos na Segurança Social, através de procedimentos concursais e do concurso externo à Administração Pública para 200 funcionários, 150 assistentes técnicos e 50 técnicos superiores, aberto no ano passado.

A resposta dos serviços “é mais alta do que nos últimos anos”, disse Vieira da Silva aos deputados, defendendo que “neste momento o sistema recuperou a capacidade”.