Governo vai comparticipar remédio à base de cannabis em 37% para esclerose múltipla

Lisboa /
25 Jul 2019 / 08:45 H.

O Jornal Público destaca hoje na sua edição impressa que o Estado comparticipa remédio à base de cannabis. O primeiro medicamento custa 475 euros e vai ser comparticipado a 37%. Sativex destina-se a doentes com esclerose múltipla e vai estar no mercado em Setembro.

O Jornal de Notícias refere que o número de alunos estrangeiros no ensino superior sobe 36%. Estão validadas 7.500 candidaturas, mas universidades querem o dobro dos alunos.

No Correio da manhã, o destaque vai para os avós endividados que pedem ajuda à Deco. Há cerca de 3.400 pessoas com mais de 60 anos em dificuldades financeiras. Muitos foram vítimas de fraude através da Internet.

O Diário de Notícias de Lisboa destaca o uso de herbicida perigoso por quase todas as câmaras municipais. A Junta de Freguesia de Olivais, em Lisboa, tem estado a pulverizar as ervas daninhas com Roundup, o pesticida à base de glofasato mais conhecido. Nos Estados Unidos, antigo jardineiro com cancro terminal recebeu indemnização milionária da empresa que comercializa o produto.

Mas de outras notícias também se fazem as primeiras páginas dos jornais nacionais. Com uma foto grande de Isabel II e Boris Jonson, o DN destaca o encontro entre a rainha de Inglaterra e o novo primeiro-ministro inglês.

O CM fala em Guerra no Dragão. Sérgio conceição ataca Danilo e avisa: “podes fazer as malas”, “não tens categoria para ser capitão”.

No JN, o Governo impõe serviços mínimos a motoristas na greve do dia 12 e Tony Carreira revela que a música deu-lhe uma vida mais simpática, isto no dia em que chega aos cinemas português o documentário sobre a sua vida.

O Jornal I destaca a reunião do PSD que quase acabou à pancada. Morais sarmento, vice-presidente, e Ricardo Gonçalves, presidente da concelhia de santarém, tiveram de ser separados por causa da elaboração das listas para as legislativas depois de referências a ‘padrinhos’.