Governo português solidariza-se com EUA devido a incêndios fatais na Califórnia

Lisboa /
12 Nov 2018 / 17:22 H.

O Governo português solidarizou-se hoje com os Estados Unidos devido aos “incêndios mais mortíferos de que há memória na Califórnia”, lamentando o número de mortos -- 31, segundo o último balanço -, e a destruição de milhares de habitações.

“O Governo português lamenta profundamente a perda de um número significativo de vidas humanas, assim como a destruição dos lares de milhares de pessoas, e reitera a sua disponibilidade para cooperar com as autoridades norte-americanas no domínio da prevenção e combate aos fogos”, lê-se no comunicado hoje divulgado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em nome dos portugueses, o executivo apresentou também “as suas mais sentidas e fraternas condolências às famílias das vítimas e ao Governo e ao povo dos Estados Unidos da América”.

De acordo com o mais recente balanço, divulgado no domingo, pelo menos 31 pessoas morreram em consequência dos incêndios que deflagraram na semana passada no sul e no norte do Estado da Califórnia e que rapidamente avançaram em várias frentes, alimentados por ventos fortes, destruindo dezenas de milhares de edifícios e obrigando ao encerramento de escolas, ao corte de estradas e à evacuação de localidades inteiras.