Freitas do Amaral em grande entrevista no i

É um dos destaques da imprensa nacional. O atraso nas pensões, as greves e a falta de apoios às vítimas de violência doméstica que ganham acima do salário mínimo nas notícias principais.

28 Jun 2019 / 10:14 H.

Função pública pressiona Governo com greves, a notícia é acompanhada de foto no Correio da Manhã. O jornal coloca em destaque Rui Pinto, afirmando que o Futebol Clube do Porto terá sido um dos alvos do pirata informático.

No JN “Vítimas de violência doméstica sem apoios por ganharem acima do salário mínimo”. As associações criticam os critérios do Governo. Também a notícia de que a crise tirou 6.000 assistentes operacionais e técnicos do Serviço Nacional de Saúde, e a Europol que está em alerta devido ao crescimento da extrema-direita em Portugal.

O Público coloca em manchete que o eucalipto está a substituir o pinheiro-bravo e o sobreiro, ocupando já mais de ¼ da floresta.

“Ordem lança boletim para acabar com falsos veterinários”, diz o Diário de Notícias. Os donos têm até 2021 para aderir ao novo documento. O jornal apresenta também três jovens promissores do futebol nacional.

Freitas do Amaral em grande no i. “Fiquei sozinho”, declara. Esta e outras declarações do ex-político. Também na capa ‘Brawl Stars’, o jogo do momento que conquista crianças e adultos.

No Negócios, João Félix põe Benfica a valer quase cinco vezes mais do que o FC Porto. A manchete é notícia de que a Segurança Social leva seis meses a pagar as pensões, um pouco melhor do que estava em Dezembro. Em grande ainda o fim do inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos.

No Jornal Económico, dois mil milhões de investimento estrangeiro a caminho. E o ex-Presidente da República Ramalho Eanes, que critica “febre ideológica” nos serviços públicos.

Nos desportivos, Camacho assina pelo Sporting, em grande no A Bola; os reforços deste clube em capa também no Record; e o perfil de Nakajima no jornal O Jogo.

Outras Notícias