Eutanásia enche jornais

20 Fev 2020 / 10:08 H.

Descobrir Portugal à Mesa e As cinco vidas de um sedutor são os temas escolhidos para as revistas semanais Visão e Sábado, que hoje chegam às bancas. A Visão oferece seis rotas para regalar a vista e encher a barriga. A Sábado presta homenagem a Tozé Martinho, que faleceu no passado domingo aos 72 anos. “Foi militar, forcado, actor, advogado e argumentista. Em Moçambique, namorou a filha de uma rainha africana. Como actor decidiu o final de uma novel numa loja. Um eterno galã”, escreve.

Na imprensa diária, há também motivos para boas leituras. O Diário de Notícias pega no tema quente do dia, a Eutanásia. “Penalizações disciplinares a médicos serão ineficazes”. Se uma das propostas for aprovada, os médicos estarão sempre em incumprimento, escreve o jornal, ou da lei civil ou do Código Deontológico. “Qualquer tribunal ilibará o médico que praticar eutanásia. Está na lei”. O matutino diz que a lei vai passar e que o número de condenados pela justiça é “inferior a três”. Em grande duas imagens: uma multidão empunhando bandeiras da França em frente ao Arco do Triunfo, em Paris e a frase Os miseráveis – O filme certo na hora certa para abordar o racismo”. A segunda é de Charles Michel, presidente do Conselho Europeu. O tema é orçamento 2021-2027. Quadro financeiro é discutido hoje. Ainda a chamada para um apelo da Função Pública para uma mobilização geral contra os baixos aumentos salariais.

O Público pega igualmente na eutanásia para a notícia principal. “Uma linha que se cruza”. A aprovação é quase certa à esquerda, escreve. E traz os argumentos de ambas as partes. Camarinha alerta o Governo “Nós nunca fomos mansinhos” e promete contestação ao Governo. Na capa está ainda o Festival de Cinema de Berlim e os 70 anos do cobiçado Urso.

O JN revela que os portugueses compram online a droga que permite a eutanásia. A notícia surge em destaque com a foto maior. A substância é usada no abate de animais. A manchete do jornal é para as dívidas de Luis Filipe Vieira que travam compra de acções do Benfica. No ambiente, taxa sobre os sacos de plásticos levou a redução de 94%. Os sindicatos em protesto também está na 1.ª de hoje, assim como ainda o caso de racismo contra Morega e o caso de homem que atirou diluente e ateou fogo à namorada de 19 anos enquanto esta dormia.

A eutanásia domina o i. “Dez deputados do PS vão votar conta e referendo põe PSD em guerra”. Em grande, um vídeo que se tornou viral de um grupo a forçar um homem nego a inalar fumo do escape de um carro. Ainda chamada para a TAP. Ministro Pedro Nuno diz que prémios são “falta de respeito”. O Correio da Manhã prefere outros temas. A manchete é o caso de um padre acusado de desviar 549 mil euros. Em grande também o caso de um ganga que atacou 197 idosos.

No Negócios, Governo e Neeleman de novo em choque na TAP, escreve o Negócios. Pedro Nuno Santos diz que atribuição de prémios é “inaceitável”. A manchete é para o Tribunal que ilibou dois gestores da falência do BES. O jornal diz que o Parlamento ai hoje aprovar a eutanásia. E revela o que vem a seguir.

Nos desportivos, a Liga Europa. “All in”. Porto, Benfica, Sporting e Braga estão na competição, diz A Bola. O Jogo prefere “Europa a doer” e fala das quatro presenças. O Record prefere focar-se no Benfica. “A fórmula do título”, escreve.