Derrota do Sporting e Brexit com grande presença nas capas

18 Out 2019 / 10:25 H.

A derrota do Sporting na Taça de Portugal está hoje espelhada na imprensa portuguesa, com os matutinos generalistas a darem também cobertura. O Correio da Manhã escreve “Escândalo e Humilhação”, perante o 2-0 do Alverca, um clube Campeonato de Portugal, frente aos ‘leões’. A notícia principal é da atribuição de uma mina de lítio. “Negócio de milhões para empresa de tostões”, empresa esta criada três dias antes, revela o jornal. Em causa está a luz verde dada pelo secretário de Estado João Galamba num negócio que pode render 380 milhões.

O JN, em relação ao Sporting e à eliminação por equipa de terceiro escalão, fala em “Um desastre como não se via há 70 anos”. A principal de hoje é a notícia de que o fundo de seguros desperdiça milhões pagos por condutores. Os prémios obrigatórios não têm sido usados pela Garantia Automóvel.

No Público, o hacker Rui Pinto encriptou dez discos que a PJ não consegue abrir. A autoridade não consegue aceder aos conteúdos de dez dos 12 discos rígidos apreendidos onde podem estar as provas dos crimes de Rui Pinto, que está acusado de 175. No futebol, uma pequena chamada: “Sporting cai com estrondo em Alverca e está fora da Taça de Portugal”. Bem maior leia uma entrevista ao arquitecto Eduardo Souto Moura. O acordo para o Brexit em Bruxelas encontra resistência em Londres, chama a atenção ainda a primeira página do Público.

O Brexit é colocado em grande no Diário de Notícias, com uma foto de aperto de mão entre Juncker e Boris Johnson. “EU dá luz verde ao Brexit”, diz o título. “Agora a decisão será tomada sábado pelos deputados britânicos”. A manchete é para o caso de um bebé que nasceu sem parte do rosto, uma malformação que não foi detectada pelo médico que acompanhou a gravidez. O jornal revela que este médico tem pelo menos oito queixas na Ordem. Também na capa uma história na primeira pessoa, esta sobre mutilação genital feminina. Quanto ao desaire que levou à eliminação do Sporting escreve: “Alverca tomba gigantes”, recordando que há 70 anos que o clube não era eliminado por uma equipa do terceiro escalão.

O i coloca em garrafais o medo das pragas que vêm da Ásia, com o “fedorento” percevejo asiático a caminho de Portugal e a vespa que cá está, ainda fora de controlo. Nesta edição uma entrevista ao médico obstetra Miguel Oliveira da Silva, que defende: “Devemos discutir se as vacinas devem ser obrigatórias ou não”.

Vendem-se cada vez mais imóveis por construir, destaca a manchete do Negócios, que apresenta as vantagens e riscos de comprar uma casa ou escritório ainda no papel. A foto maior é de Boris Johnson. “É desta que há Brexit?” A questão fica no ar para já. A saída do Reino Unido vai trazer mais problemas às empresas no futuro, escreve o jornal. No imobiliário, a plataforma de crowdfunding promete taxas até 15%.

Carmona Rodrigues apresenta Alverca como alternativa ao Montijo para a construção do novo aeroporto, revela o Jornal Económico na notícia maior desta edição. A fotografia é de Pedro Gouveia Alves, o novo presidente da direcção do Montepio.

Nos desportivos, a derrota é incontornável. “Poço sem fundo”, escreve A Bola; “Vergonha”, opta o Record; e ‘Leão de 3.ª’, O Jogo.

Outras Notícias