Paulo Cafôfo a presidente do PS-M

19 Fev 2020 / 02:00 H.

Paulo Cafôfo continua a acreditar na missão do Partido Socialista e na vontade de mudança política dos madeirenses. O resultado das últimas eleições legislativas da Madeira, que garantiu ao PS-M uma subida de 5 para 19 deputados eleitos, retirou a maioria absoluta ao partido que nos governa há mais de 43 anos consecutivos e derrotou, de forma clara, a direita do CDS/PP, que passou dos sete deputados para três eleitos, não nos trouxe a vitória desejada, é verdade, mas evidenciou a certeza de que o PS-M é a real alternativa política.

A candidatura à liderança do Partido Socialista, “Avançar a Madeira pelas pessoas”, liderada por Paulo Cafôfo, continuará a apostar na estratégia de abertura à sociedade, investindo em novas dinâmicas para o interior dos órgãos internos do partido, procurando desenvolver, também, uma maior proximidade com os cidadãos, nos concelhos, nas freguesias, nas localidades e nos sítios, envolvendo eleitos e eleitores, estejam em órgãos autárquicos liderados pelo PS ou a exercer a honrosa função de membros da oposição.

O grande desafio iniciar-se-á já nas próximas eleições autárquicas, conquistando mais Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, enquanto asseguraremos as da nossa responsabilidade, onde temos um excelente trabalho para apresentar, como modelo e prova de que somos capazes de fazer diferente e melhor em todas as áreas da gestão do poder local, em defesa da qualidade de vida das populações.

Esta candidatura representa mais um passo decisivo no sentido de reafirmar o projeto democrático de conquistar uma maioria política na Região, assente numa matriz de Autonomia de projeto e de reivindicação responsável que coloca os interesses dos madeirenses à frente de qualquer interesse partidário, uma Autonomia “para unir e não para dividir”.

Paulo Cafôfo tem sido claro no seu objetivo de construir um novo ciclo político. Tem hoje o partido unido, mas sem unanimismos, como é próprio de um partido plural como é o PS, respeitando as diferenças, integrando todos e todas as que estiverem disponíveis para este combate de cidadania participativa que acredita no desígnio de se construir uma mudança política na Região, valorizando e honrando os e as militantes que, no tempo do poder autocrático, quando se cultivava uma espécie de mitologia do medo, lutaram, sem fraquejar, pela liberdade e pela democracia na Madeira e no Porto Santo.

O PS-M, sem perder os valores da humildade democrática, tem orgulho no projeto que construiu para apresentar às populações nas áreas da saúde, da educação, da juventude, do desporto, da economia, do ambiente, da cultura, da coesão territorial, do mar, da agricultura, das florestas, da solidariedade, do desenvolvimento social, da igualdade e da cidadania. Estamos preparados porque possuímos o melhor projeto de desenvolvimento para a Madeira e o Porto Santo, assente numa nova geração de políticas estruturantes, de causas e de compromissos em prol da qualidade de vida dos madeirenses, sustentado por homens e mulheres com conhecimento, competência e qualificações, experiência política e experiência profissional.

Paulo Cafôfo representa não só a verdadeira alternativa, mas também a possibilidade de a Região ser governada com uma outra visão estratégica, mais sustentável, mais próxima da resolução concreta dos problemas das populações, mais preocupada em acabar com as desigualdades sociais e erradicar a pobreza, através de medidas políticas estruturantes e exequíveis.

Rui Caetano

Tópicos