O Busto

02 Abr 2017 / 02:00 H.

“Busto de Cristiano Ronaldo alvo de chacota no mundo” – DN. 29.03.2017

1. A ideia do nome do Cristiano Ronaldo no Aeroporto da Madeira – ideia polémica sobretudo nas redes sociais – está consumada (e bem!) graças ao empenho pessoal do Miguel Albuquerque. Contra tudo e todos – mesmo do hipócrita do Marcelo Rebelo de Sousa que, como político, diz coisa em privado e coisa distinta em público – o presidente do Governo Regional da Madeira impôs a sua vontade e exerceu legitimamente o magistério de poder em que foi investido pelos madeirenses. Seria bom que o fizesse em outras áreas da governação e não permitisse que membros do seu governo, por mero capricho pessoal e revanchismo, tomassem decisões totalmente à revelia do interesse público e da lei. Rédea curta a mentirosos é o lema – ou vai ter um choque térmico com algumas pessoas que o rodeiam.

2. Esculpir uma estátua e um busto do Cristiano Ronaldo é quase uma tarefa impossível de realizar se confrontado com qualquer semelhança da pessoa concreta do esculpido. O escultor Ricardo Velosa – inspirado no currículo vitae em matéria de portuguesas (Diana Chaves, Ana Malhoa, Soraia Chaves, Carla Matadinho, Merche Romero, Joana Freitas, Daniela Martins, Carolina Patrocínio, Filipa Castro e um sem número de eteceteras de casos internacionais) – deu relevo cultural ao tesão do Ronaldo. O escultor Emanuel Santos – inspirado na expressão pós casos nacionais e internacionais – deu relevo à felicidade do Ronaldo. Puro amadorismo.

3. Atrevo-me a tentar ajudar os escultores Ricardo Velosa e Emanuel Santos com um desenho fotográfico. Uma estátua e um busto do Cristiano Ronaldo é, subjectivamente, muito fácil de esculpir. Olhem a foto. Basta que se inspirem no mar e na linha do horizonte da actual namorada do jogador, a Georgina Rodriguez e, mais chicharro menos chicharro, temos a Madeira cheiade turistas. O segredo de uma estátua e de um busto do Cristiano Ronaldo minimamente parecido com o Cristiano Ronaldo está, pois, à distância de uma peida.

António Fontes