Sobre a Memória do 20 de Fevereiro de 2010

23 Jan 2020 / 02:00 H.

Estava calmamente ouvindo as « palavras» de Patxi Andion - «Que gelada que está esta casa/Será que está perto o rio?/ou é que entramos no inverno ,e que estando chegando.../ estão chegando os frios...e, recebo um telefonema, a convidar – me para falar sobre aquele 20 de Fevereiro.

Nesse dia fatídico, estava com Edgar Silva e Isabel Cardoso a preparar uma intervenção política sobre o Novo Hospital da Madeira. Abruptamente abandonamos a sede, na rua da Carreira e depois foi aquilo que se viu e convém não esquecer.

Desde 2007 que a CDU, na CMF, tinha alertado para a necessidade da Carta de Riscos, que até foi aprovada por unanimidade. O desastre veio com aviso de recepção, o modelo da Universidade , antecipava a enxurrada . A chuva excepcional e a falta do radar, dizem uns, não permitiu que fosse prevista a tragédia. Uma densa superfície frontal atingiu o Arquipélago e a pressão do ar instável, causou cheias.

Felix Macedo da Ribeira Brava, de 18 anos foi apanhado pela enxurrada. Foi nesse dia que a Joana no Curral perdeu a mãe,,,e tantas histórias.

Será que a tempestade veio do céu? O que fazemos para evitar a catástrofe? Apenas sabemos que tantos morreram, outros foram feridos e ainda hoje andam de cirurgia em cirurgia.

Foram danificadas casas e, ainda hoje se promete, ( e de promessas está o mundo cheio) ajudas que tardam em chegar

Será que fizemos o suficiente para aprender a corrigir os erros? Será que sabemos analisar os riscos e tomar medidas para os mitigar?

A organização do Território merece estudos técnicos e científicos e técnicas altamente desenvolvidas, mas o mais importante é passar de estudos à concretização de medidas que defendam os cidadãos e seus bens

Acordai povo da minha terra, estamos em Fevereiro, estão chegando os frios ,em breve o vento e a tempestade ,é necessário evitar outras tragédias ,que de tempos a tempos ,nos fustiga, nos violenta e nos mata, è necessário, é urgente, é imperativo exigir ao governo e aos municípios que tomem medidas para corrigir os erros do passado ,mitigar os riscos no presente e dar tranquilidade e segurança aos cidadãos desta região

Dirio Ramos

Tópicos