Vinte e nove mortos com identidade confirmada desde o reinício dos protestos

26 Jan 2019 / 16:36 H.

O número de mortos na Venezuela no âmbito de protestos contra o Governo venezuelano e com identidade confirmada subiu hoje para 29, segundo dados divulgados por uma ONG local.

Segundo o Observatório Venezuelano de Conflitualidade Social (OVCS), “dos 29 falecidos um é menor de idade”, e foram ainda registadas duas vítimas do sexo feminino.

Os dados dos mortos começaram a ser registados desde 22 de janeiro, um dia antes do líder da Assembleia nacional, Juan Guaidó, se ter autoproclamado Presidente interino da Venezuela.

Os dados divulgados pelo OVCS dão conta de que o Distrito Capital registava nove mortos, seguido por Barinas, com cinco, e os Estados de Barinas, Táchira e Portuguesa, cada um com três vítimas.

Por outro lado, foram ainda registados dois mortos em Amazonas e dois em Monágas, assim como em Sucre e um e Yaracuy.