Trump minimiza contratempos e quer reunir-se com Kim Jong-un no início de 2019

EUA /
07 Nov 2018 / 22:24 H.

O Presidente norte-americano afirmou hoje que está “muito satisfeito” com as negociações sobre a desnuclearização da Coreia do Norte e que espera voltar a reunir-se com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, no início de 2019.

As declarações de Donald Trump, feitas numa conferência de imprensa na Casa Branca, surgem após o adiamento de uma reunião prevista para esta semana entre o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, e um alto dirigente norte-coreano.

Mike Pompeo ia encontrar-se, em Nova Iorque, com Kim Yong Chol, na quinta-feira, para discutir os progressos no desarmamento norte-coreano e preparar uma nova cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, mas na terça-feira foi anunciado que a reunião seria adiada.

“Organizaremos a reunião novamente quando a nossas respetivas agendas assim o permitirem”, declarou a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, em comunicado, sem especificar as razões para o adiamento.

Questionado na conferência de imprensa, o Presidente norte-americano não explicou os motivos que levaram ao adiamento.

“Vamos fazer a reunião num outro dia, mas estamos muito satisfeitos com a forma como as coisas estão a decorrer com a Coreia do Norte”, assegurou.

“Está tudo bem, não há qualquer urgência”, acrescentou Trump.

Donald Trump e Kim Jong-un tiveram um primeiro encontro considerado “histórico” em Singapura, em junho passado.

Nessa reunião, o líder norte-coreano prometeu trabalhar para uma “desnuclearização completa da península coreana”.

Outras Notícias