Taxistas de Madrid em greve tentam bloquear entrada de feira internacional

23 Jan 2019 / 11:12 H.

Os taxistas de Madrid iniciaram hoje o seu terceiro dia de greve a tentar bloquear a entrada da Feira Internacional de Turismo (FITUR), que esta manhã é inaugurada pelos reis de Espanha.

As ruas em redor daquela que é uma das maiores feiras mundiais dos profissionais do sector turístico estavam bloqueadas por táxis, com os condutores a serem impedidos de se aproximar pela polícia, presente em grande número.

O sector do táxi está desde segunda-feira a protestar contra a falta de regulamentação dos veículos de aluguer sem condutor (Uber e Cabify) depois de terem concluído, sem qualquer acordo esta madrugada, uma reunião com representantes da Comunidade de Madrid.

Milhares de funcionários e profissionais estavam a chegar ao local da feira esta manhã de metro, no primeiro dia do certame, que é inaugurada pelos reis de Espanha às 10:40 (09:40 de Lisboa).

A organização prevê a visita até domingo de mais de 140.000 profissionais e mais de 100.000 não profissionais.

Cerca de 10.190 empresas de 165 países/regiões estão presentes na edição deste ano da FITUR, na qual Portugal tem uma das maiores delegações.

A denominada “guerra do táxi” tinha sido interrompida em 25 de outubro último, quando o parlamento espanhol avançou com uma lei para regular as actividades dos veículos de aluguer com condutor, que ainda aguarda a aprovação dos regulamentos de aplicação.

Os taxistas querem, nomeadamente, que se limitem as licenças para os veículos com condutor, que operam principalmente através das duas plataformas informáticas.

Segundo os taxistas, já há mais de 6.700 autorizações para veículos de aluguer com condutor a operar em Madrid.

A Comunidade da Catalunha anunciou na terça-feira ter alcançado um acordo com os taxistas que prevê a obrigação de os clientes dos veículos de aluguer sem condutor contratarem os seus serviços com pelo menos uma hora de antecedência.

A empresa Uber já avançou que com essa condição terá de abandonar a prestação de serviços que faz em Barcelona.

Outras Notícias