Moeda venezuelana perdeu 24,4 vezes o seu valor em cinco dias

22 Ago 2018 / 22:19 H.

A moeda venezuelana perdeu 24,4 vezes o seu valor nos últimos cinco dias, segundo dados do Banco Central da Venezuela.

Em 17 de agosto um euro valia 2,85 bolívares soberanos (Bs.S), mas hoje vale 69,45 Bs.S à taxa oficial de câmbio.

A desvalorização da moeda, segundo analistas, faz parte das novas medidas económicas anunciadas pelo Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que preveem a unificação das váriuas taxas de câmbio oficiais do país como parte de um processo para eliminar o sistema de controlo cambial que vigora desde 2003.

“O valor tomado como referência no passado fim-de-semana foi muito parecido ao valor do dólar paralelo (câmbio no mercado negro), que agora já subiu ocasionando uma margem entre os dois”, explicou uma fonte consultada pela Agência Lusa.

Como parte das medidas, a Venezuela despenalizou as operações com divisas entre cidadãos, mas mantém as limitações ao acesso a moeda estrangeira.

Segundo o ministro da Economia e Finanças, Simón Zerpa, o Estado continuará a manter o controlo sobre as moedas estrangeiras que circulem na Venzuela e substituirá em breve os leilões a que os empresários acorriam para aceder a divisas para pagar importações.

A crise tem levado muitos venezuelanos a sobreviver de remessas de familiares e as autoridades esperam que essas remessas passem a entrar no sistema oficial, através das casas de câmbio que foram recentemente autorizadas a receber divisas a 46,40 Bs.S por cada euro.

Na última segunda-feira entrou em vigor, na Venezuela, uma reconversão monetária que eliminou cinco zeros ao bolívar forte, dando origem ao bolívar soberano.

Outras Notícias