Mais 837 mortes nas últimas 24 horas em Itália

Total ascende a 12.428 óbitos no pais

31 Mar 2020 / 19:00 H.

As mortes em Itália devido ao novo coronavírus ascenderam hoje às 12.428, após o registo de 837 óbitos nas últimas 24 horas, segundo os dados mais recentes da Proteção Civil italiana.

Itália continua a ser o país do mundo com mais vítimas mortais devido ao novo coronavírus.

As autoridades italianas relataram 2.107 novos casos de contágio, um aumento ligeiramente maior em comparação ao dia anterior.

Mesmo assim, são cerca de metade dos registados em dias anteriores.

Atualmente, o país conta com 77.635 casos positivos ativos de covid-19.

Desde a deteção do primeiro caso de covid-19 em Itália, em 20 de fevereiro, o país já totalizou 105.792 casos de infeção pelo novo coronavírus.

Destes infetados, 15.729 pessoas foram declaradas, até à data, como curadas, indicou o chefe da Proteção Civil italiana, Angelo Borrelli, na conferência de imprensa diária em Roma.

A maior parte dos infetados, 59%, está a recuperar nas respetivas casas.

A região italiana mais afetada, a Lombardia (norte de Itália), onde morreram até ao momento mais de 7.000 pessoas e que até à data tem mais de 25 mil casos positivos ativos, registou uma redução nas últimas horas, e pela primeira vez desde o início da crise, no número de doentes que estão em unidades de cuidados intensivos, indicou o assessor das entidades sanitárias regionais, Giulio Gallera.

O representante também indicou que o aumento dos casos de infeções nesta região também foi menor.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 38 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.