Jornalista madeirense está retida em Estrasburgo devido a atentado

11 Dez 2018 / 21:18 H.

A jornalista madeirense Patrícia Gouveia, que se encontra a estagiar no gabinete da eurodeputada Cláudia Monteiro de Aguiar, no Parlamento Europeu, está neste momento retida em Estrasburgo, onde esta tarde ocorreu um tiroteio que provocou pelo menos quatro mortos e mais de uma dezena de feridos, na zona onde ocorre o Mercado de Natal, uma vez que o atirador continua em fuga

Em declarações ao DIÁRIO, Patrícia Gouveia informou que está abrigada num restaurante, juntamente com duas amigas.

“Estávamos a caminho do Mercado de Natal, onde tudo aconteceu, quando começámos a ouvir sirenes e ambulâncias a passar. Pensámos que se tratasse de mais uma manifestação dos ‘coletes amarelos’ mas quando fomos abordadas pela polícia é que nos apercebemos da gravidade da situação”, contou a jornalista, admitindo ter vivido alguns momentos de tensão, apesar de ter garantido que nesta altura sente-se segura, permanecendo no restaurante. Recorde-se que a prefeitura de Estrasturgo confirmou na rede social Twitter a existência de pelo menos um morto e dez feridos, referindo que o atirador se colocou em fuga.

O autarca de Estrasburgo, Roland Ries, afirmou que se ouviram vários tiros e que o autor dos mesmos se colocou em fuga depois de efetuar os disparos com uma arma automática.

Depois do tiroteio, as autoridades francesas, incluindo o ministro do Interior, Christophe Castaner, apelaram à população que fique em casa até que toda a situação seja clarificada.

O Presidente Francês, Emmanuel Mácron, já deu indicação para que Christophe Castaner se desloque para o local da ocorrência.