Francês desaparecido na África do Sul horas antes da participação em triatlo

16 Abr 2018 / 15:58 H.

Um atleta amador francês desapareceu na madrugada de sábado, véspera de uma prova de triatlo em que ia participar em Port Elizabeth, na África do Sul, revelou hoje a polícia daquela cidade portuária.

Câmaras de videovigilância captaram imagens de David Bellet-Brissaud, de 48 anos, a deixar sozinho o hotel onde estava hospedado juntamente com a mulher, cerca de uma hora da madrugada de sábado.

A polícia de Port Elizabeth referiu que as imagens registaram apenas alguns passos de Bellet-Brissaud, até o alcance das câmaras não permitir mais seguir o rasto do francês.

Desde então não houve qualquer comunicação do francês, que devia participar na competição de triatlo no domingo.

A mulher do atleta amador, Lydia Bellet-Brissaud, apercebeu-se da ausência do marido no final da madrugada e constatou que o telemóvel do homem se encontrava no quarto do hotel.

Em conferência de imprensa, Lydia Bellet-Brissaud afirmou que o marido se sentia “entusiasmado, mas também stressado” com a prova.

O irmão e a irmã de Bellet-Brissaud chegaram a Port Elizabeth no domingo e a família do francês decidiu oferecer uma recompensa de 12.000 randes (cerca de 800 euros) por toda a informação que pode ajudar a polícia a encontrar o paradeiro do atleta amador.

A polícia sul-africana está a desenvolver buscas com recurso a helicóptero e a cães farejadores para tentar encontrar o triatleta, mas sem sucesso até ao momento.