Fortes chuvas põem em alerta 18 províncias espanholas

18 Out 2018 / 11:24 H.

A confluência de duas tempestades sobre a Península Ibérica, uma do Mediterrâneo e outra do Atlântico, colocou hoje em alerta 18 províncias por causa de chuvas fortes e persistentes, segundo a Agência de Meteorologia espanhola (Aemet).

A Comunidade Valenciana tem alerta vermelho (risco extremo) em Castellón para chuvas, cujo valor acumulado pode chegar aos 180 litros por metro quadrado em 12 horas e alerta laranja (risco significativo) para uma intempérie que afectará a costa do norte e sul da província.

Na província de Valência foi decretado o alerta laranja para chuva persistente que deverá fazer cair 40 litros de água em uma hora ou 150 litros por metro quadrado em 12 horas, enquanto em Alicante foi activado o alerta amarelo para a precipitação de 20 litros em uma hora e tempestade nas áreas do litoral.

Toda a Andaluzia está em alerta, com excepção de Jaén, devido às fortes chuvas que na província de Granada e Málaga, em alerta laranja, farão cair 30 a 40 litros por metro quadrado em uma hora na costa de Granada e nas localidades de Axarquía, Sol e Guadalhorce.

As Ilhas Baleares mantêm o alerta laranja activado em Ibiza, Formentera e Maiorca devido a chuvas de até 100 litros por metro quadrado em 12 horas. Na ilha de Menorca há alerta amarelo devido à chuva e à intempérie.

Na Catalunha, também estão previstas fortes chuvas e, por isso, a Aemet elevou o aviso para laranja (o segundo mais grave) em Gerona e Tarragona por chuvas de até 100 litros em 12 horas nas áreas dos Pirenéus, na Depressão Central e no litoral. Barcelona permanece em alerta amarelo por causa das chuvas e tempestades.

Na província de Teruel (Aragão) há alerta laranja para chuvas em Gúdar e Maestrazgo de 100 litros em 12 horas, enquanto em Badajoz (Extremadura) e em Cuenca e Guadalajara (Castilla-La Mancha) está activo o alerta amarelo por causa da precipitação, que irá oscilar entre 15 e 20 litros por metro quadrado em uma hora.

A Aemet avisa que, com o alerta vermelho, o risco é extremo para fenómenos meteorológicos incomuns de excepcional intensidade e com um alto nível de risco para a população e que, com o alerta laranja, há um risco significativo em fenómenos meteorológicos incomuns e com certos perigos para actividades usuais.

Outras Notícias