Donald Trump deixa avisos à Turquia e a curdos com retirada de tropas da Síria

14 Jan 2019 / 08:09 H.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou no domingo que a economia da Turquia será arrasada se houver um ataque aos curdos, depois da retirada das tropas norte-americanas da Síria.

Em duas mensagens na rede social Twitter, Donald Trump recordou o plano, anunciado em dezembro, da retirada de tropas destacadas na Síria, mas alertou que poderá atacar novamente o auto-proclamado Estado Islâmico, se este ganhar força, e que “devastará economicamente a Turquia se atacar os curdos”, e espera que estes não provoquem Ancara.

“A Rússia, o Irão e a Síria tem sido os maiores beneficiários da política duradoura dos Estados Unidos de destruição do Estado Islâmico na Síria - inimigos naturais. Também beneficiamos, mas é tempo de fazer regressar as tropas a casa”, escreveu o presidente dos Estados Unidos.

O anúncio em dezembro da retirada norte-americana da Síria foi saudado pela Turquia, mas fragilizou a situação dos combatentes curdos que lutaram ao lado dos Estados Unidos contra o grupo ‘jihadista’.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, tem ameaçado lançar uma ofensiva militar no norte da Síria contra os referidos combatentes, membros de uma milícia que a Turquia considera “terrorista”.

Outras Notícias